domingo, 9 de outubro de 2011

Tarde demais?

    Parece ser tarde demais para olhar nos olhos das pessoas antigas e dizer o quanto as amo. As coisas não são novas dentro de mim, e não importa para que lado eu vá, você estará lá, acabando com todas as coisas que eu tentarei!
    Não é tao importante falar do futuro agora, e nem do passado, é engraçado pensar que cada letra escrita é um passado e futuro tão próximo que fica difícil até de explicar, quando eu penso na palavra que escreverei ela se torna um futuro tão próximo que o presente é quase imperceptível, pois a cada vez que termino uma palavra ela vai se tornando meu passado não tão distante! Loucuras a parte essas palavras podem ser comparadas a nossa vida, ao nosso momento atual, vivemos nossas vidas pensado que o futuro e o passado são coisas tão distantes, que na verdade não são! Isso destrói qualquer possibilidade pelo menos na minha vida, o passado sempre julgado como erro, e o futuro como o jeito de consertar tudo de errado que foi feito numa vida que não queremos perceber que ainda existe!
    A verdade é que eu não sei o que é bom pra mim agora, o passado ou o futuro? talvez os dois, talvez a bagunça entre os sentimentos dos dois, e eu que antes julgava só o futuro incerto, percebo que o passado vem sendo mais incerto ainda, não sei julgar o que é real ou não, ou nem ao menos o que a realidade significa nesses casos!
   Eu via-me correndo e salvando o mundo, pelo menos o mundo das pessoas que eu amo, percebo com todo esse momento infiel que não é isso que elas querem, elas querem o contrario, sempre o maldito contrario, se por um acaso eu estivesse parada e destruindo o mundo delas, elas iriam querer que eu fosse quem eu sou hoje. No final das contas elas não merecem qualquer tipo de dedicação, e tudo vira mero acaso, que na minha opinião é melhor estar morto, do que viver ao acaso!
    Eu costumo acreditar se temos sentimentos, consciência, e tudo o que nos torna humanos, para que iremos viver ao acaso? Como se não tivéssemos escolha ou oportunidades sobre aquilos que vivemos??
   É dessa vez eu decido seguir o caminho contrário, não acreditando em mais nada que as pessoas queiram que eu acredite, as coisas em minha vida sendo novas ou velhas não são mais tão significativas, não importa mais, nem que agora tenha se tornado tarde demais!!! Enquanto isso o futuro e o passado vão se tornando a mesma coisa quando eu não penso temporalmente!

Nenhum comentário:

Postar um comentário