segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Hoje

"Eu poderia escrever sobre hoje, sobre amanhã, sobre minha vida inteira. Isso não é tão importante hoje!
Eu confesso que passei muito tempo sem escrever por aqui, estive escrevendo em outros mundos, sobre assuntos comuns. E hoje não existe nada comum no meu assunto, ele é meio indescritível! Eu uma mera mortal serei capaz de escrever sobre algo indescritível? É um papel difícil para mim, a pessoa incapaz, mas quando se conhece o indescritível, escrever sobre ele se torno um mero detalhe.
Eu sei o quanto essas palavras podem lhe soar confusas e poéticas, nos momentos mais importantes me faltam palavras e te escrever vem me parecendo algo mais do que importante, quero te presentear com um bom texto, mas não apenas com palavras bonitas, e sim com palavras pensadas para serem pra sempre suas, e eu não me importo se o resto do mundo está vazio e sem forma, se você não o vê ou qualquer outra hipótese. As palavras serão suas e você poderá usa-las da forma que te entender!
Confesso que eu preferia que fosse meu coração, ms eu sei que nesse momentos você quer apenas palavras, e mesmo que isso pareça ser pouco para mim pode ser um mundo novo para você!
Hoje você esteve vivendo, não sei onde, nem sei porque, ou por quem. E não saber de você vem se tornando tão anormal, como se você sempre estivesse aqui fazendo parte de mim.
Eu sei é tão hoje e um sempre desconhecido, mas é eu sei você sempre esteve...
É tão hoje, tão incomum, tão parte de você, tão rápido...
Tudo isso vai além de palavras, cada frase pode ser refeita pelos seus sonhos ou pesadelos, a verdade está nos olhos de quem a vê ou lê. E minha verdade é que você merece  tudo, de tudo!
Eu aqui escrevendo um texto só seu, não é de amor, não é de amizade, é de tudo, é de nada! É só seu!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário