quinta-feira, 15 de março de 2012

Eu não sei bem...

Eu não sei bem como resumir.
Em que ano estamos?
Eu não sei bem nem como me questionar...
Perguntas erradas pra pessoas certas,
Atitudes certas pra escolhas erradas...


Eu só queria escrever uma canção,
e no fim eu não sei como cantá-la!
É tão simples, mas é tão triste.


Eu não sei bem como ainda estou de pé.
Onde eu perdi o rumo?
Eu não sei bem, nem mal...
Questões antigas pra repostas mortas,
Amarguras mortas pra sonhos antigos...


Eu só queria te escrever uma canção,
e no fim você não pode ouvi-la!
É tão simples, mas tão triste.


Você pode sentir?
Você pode me sentir?
O triste é tão triste assim?
Eu não sei bem...
E nem você...

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Contraste

Hoje quando acordei percebi que meu mundo continuava diferente, olhei ao redor e você não estava ao meu lado, nem nada seu a não ser a sensação que você sempre deixa em mim, mas o mundo não estava frio como costumavam ser todas as manhãs, a sua essência continuava em mim, e eu não consegui discernir se era continuação de um sonho ou era realmente essa parte de você que nunca vai embora, que permanece todo o tempo em mim, desde primeiro momento. Eu sei a vida me deu um grande presente, o te reencontrar, a minha busca infinita na qual eu nunca reconhecia que estava errada acabou! Eu realmente não ligo mais, para os supostos erros, que cometi até chegar aqui.
O tudo acaba sendo nada e vice-versa. Estarei cantando canções vencidas, bem aquelas que pessoas normais não cantam mais, e no começo de cada dia eu me lembrarei da única árvore sem folhas entre todas as outras, com a única pessoa existente no mundo que deveria estar ao meu lado naquele banco de praça no meio de um parque cheio de árvores na maior cidade de pedra. O contraste é bem mais explicito agora, mas nem sempre a quantidade ganha da qualidade! Eu olho a quantidade de vidas mal vividas, mas não consigo senti-las, eu apenas sinto a qualidade da verdadeira vida desse meu um mês vivido seu lado, e as manhãs com você também me provam o quanto o tempo vale apenas para aqueles que não sabem viver, do modo que eu não sabia e eu apenas contava as horas e os dias. Confesso que todas as manhãs eu sinto raiva ao olhar no seu relógio, eu desaprendi a contar os pobres minutos que hoje se tornam milésimos de segundo.
Eu não sei como conseguimos perder um cavalo branco essa semana, você o estacionou na cidade grande e achou que o encontraria lá depois? Não é como nos velhos tempos amor, eu não estou tão perdida no tempo assim. Apesar de o mundo ter me apagado diversas vezes, eu acordei de novo e você estava ao meu lado. Algumas trocas não foram justas, e numa tarde estranha eu ganhei de todo mundo novamente. Dessa vez eu digo sem culpa que todo mundo é muita gente. O contraste me perseguindo e as confusões também, a única coisa que o seu amor foi capaz de fazer foi me levar para casa.
E me dar um Bom Dia na manhã seguinte...
Eu vou correr bem melhor quando estiver bêbada, pode deixar! Eu não tenho medo de cair, só de desmaiar mesmo! Que o próximo dia seis não demore a chegar, pois eu preciso te dizer coisas enquanto estiver desacordada novamente! Hahahahaha! Eu te amo é pouco, mas é o bastante que você conhece para hoje.
Eu não sei dizer qual é a melhor parte de você, eu nem preciso escolher. Eu sou egoísta o suficiente para dizer que é tudo meu! Posso passar a noite toda te escrevendo ou te entregando os segredos dessa confusão que existe em mim. É tudo seu aproveita! Este texto não tem um final, e ele nunca terá...



Ps: serei incapaz de esquecer de você cantando "Californication", enquanto ainda tínhamos vinho e fôlego!


contraste 

(francês contraste
s. m.

[Figurado]  Crítico, censor.

Oposição entre pessoas ou coisas com vantagem para uma delas.

Diferença considerável.

Oposição; resistência.

domingo, 6 de novembro de 2011

Café!



Ele não conseguia dormir essa noite, "de quem foi à culpa?" . Era seu pensamento fixo, porque a resposta não lhe era evidente mesmo sendo tão importante, a ponto de ser a chave para continuar?
Partir eh tão fácil e tão difícil...
(...) é um momento apenas, mas que acaba com todos os outros
ele não sabe por que a cama parece tão vazia essa noite, já faz meses que ela decidiu partir
será que seu café não era tão bom assim? E os restaurantes eram baratos demais?
Onde foi que meus sorrisos e minhas coisas comuns deixaram de ser importantes? Ele se lembrou de quando num momento oposto ela decidiu ficar, trouxe apenas uma mala e um sorriso
à solidão agora era dividida com outra pessoa e tudo era em dobro, inclusive seus pobres sonhos.

Desde que começou a pensar nisso tudo só se passaram 2 minutos. Meu deus! Onde ela esta agora? Agora ele percebeu q escolheu o caminho errado
para que pensar onde ela esta?
Esse eh seu maior erro!
Talvez ela esteja levando a mala e o sorriso para outro alguém

Ele levantou vagarosamente, e foi preparar um chá
é talvez ela gostasse mais de chá do que de café!
Por que ela nunca me disse? O que eu nunca disse?
Eu um segundo as perguntas sumiram, só ele e a escuridão no corredor entre os cômodos do apartamento
ele não pode aguentar, respirou fundo até não existir nada entre ele e a parede fria ele deixou seu corpo e seu coração cederem
não existe nada nele agora, a xicara caiu ao chão, o chá também se foi, as lagrimas vieram sem perguntar
...
ele voltou a si, levantou e com calma, foi ate a cama
e tudo recomeçou, mas com a certeza
" a culpa foi toda minha, pois ela não gostava do meu café!!"

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Apenas Papel... Foi o que você disse!

E você disse que tudo estava no fim, eu não acreditei, eu nunca acreditei, não há palavras suficientes pra escrever o que eu sinto hoje! Talvez o hoje nem exista mais!


"Oi de novo amore!!! Eu estou aqui escrevendo para você mais uma vez, nem que seja pela última, porém preciso deixar claro algumas pontas que ficaram soltas. Primeiramente, eu realmente não te entendia. No começo, quando você dizia que não gostava da vida, que gostaria de sumir, que queria se suicidar, eu achava que tudo não passava de uma grande bobagem. Achava! Comecei a te entender à partir do dia em que você foi embora e nós terminamos o nosso namoro. Cara, como eu me arrependi de não me esforçar para compreender a sua historia, o seu ponto de vista. Mas como você mesma disse, o destino possui suas ironias, e a mais corriqueira delas foi nós nos encontrarmos novamente. A chama ainda estava viva. Dentro de mim, dentro de você (pelo menos, eu acredito). Reatamos algo de vidas passadas, pois a nossa ligação é tão forte que uma simples geração não é suficiente pra comportar tudo.
Avançam alguns dias. Decidimos selar o romance com uma aliança, um único desejo e milhares de sonhos, dos quais daria tudo para torna-los realidade. Errei bruscamente, não respeitei a aliança, interrompi o desejo, destruí os sonhos. O pior isso gerou consequências, graves demais. De volta ao presente. (...)
(...) Estou séculos atrasado. Porém a força para nunca desistir ainda está dentro comigo e queria muito, muito mesmo, que você soubesse de uma coisa: Eu te amo...
Posso chorar rios, posso transpor barreiras, porém se tudo isso não valer a pena, volto a repetir tudo mesmo assim! Por você! A felicidade. Errei, admito. Errei muito. Erros desprezíveis dos quais terei pesadelos eternos e me sinto um lixo pelo que fiz. Você não merece ouvir tais palavras, você não merece tais atitudes. Mesmo assim, mesmo eu cometendo diversos erros, você gosta de mim, me respeita. E só o fato de você ter citado o meu nome ao menos uma vez já valeu. Já valeu essa pequena jornada com você, mesmo que não seja fácil. Prometi te ajudar. Prometo cumprir...
 Ainda não consegui entender como isso surgiu, porém nosso amor não quero que apague.(...)
(...) Sou eternamente grato. Peço-lhe perdão, por tudo de mal que fiz. Saiba que tudo foi por você. E por nós...
Nós. Essa foi a palavra que faltou no meu vocabulário durante esse tempo.
Espero que você me entenda... Por favor, não me odeie, não me ignore, não me esqueça.
Te amo...
...And please, don't cry... I still love you Baby!"

" Se para você não é nada são só palavras!!"

Um dia talvez tudo isso tenha sido verdade!

domingo, 9 de outubro de 2011


The Change


Versões: Evanescence.
I thought that I was strong
Eu pensei que eu fosse forte
I know the words I need to say
Eu sei as palavras que preciso dizer
Frozen in my place
Congelada em meu lugar
I let the moment slip away 
Eu deixo o momento escapar
I've been screaming on the inside and I know you feel the pain
Eu estive gritando por dentro e eu sei que você sente essa dor
Can you hear me? Can you hear me?
Você pode me ouvir? Você pode me ouvir?
Say it's over, yes it's over but I need you anyway
Diga que está acabado, sim está acabado mas eu preciso de você de qualquer jeito
Say you love me but it's not enough 
Diga que você me ama mas não é o bastante
Never meant to lie
Nunca pretendi mentir
But I'm not the girl you think you know
Mas eu não sou a garota que você acha que conhece
The more that I am with you
Quanto mais eu estou com você
The more that I am all alone 
Mais sozinha eu estou
Not that I'm so different
Não que eu seja muito diferente
Not that I don't see the dying light of what we used to be 
Não que eu não veja a luz da morte do que costumávamos ser
But how can I forgive you? - You changed
Mas como eu posso perdoar você? - Você mudou
And I'm a liar by your side
E eu sou uma mentirosa ao seu lado
I'm about to lose my mind 
Eu estou prestes a perder a cabeça
Cause I've been screaming on the inside and I know you feel the pain
Porque eu estive gritando por dentro e eu sei que você sente essa dor
Can you hear me? Can you hear me? 
Você pode me ouvir? Você pode me ouvir?
You've been dreaming if you're thinking that I still belong to you
Você esteve sonhando se acha que eu ainda pertenço a você
And I've been dying because I'm lying to myself 
E eu estive morrendo porque estou mentindo para mim mesma

Ps: eu tinha que postar essa musica, pois de uma forma ou de outra ela conta a minha vida, é tudo resumido em uma perfeita musica do evanescence! É minha vida não mudou tanto assim!!

Tarde demais?

    Parece ser tarde demais para olhar nos olhos das pessoas antigas e dizer o quanto as amo. As coisas não são novas dentro de mim, e não importa para que lado eu vá, você estará lá, acabando com todas as coisas que eu tentarei!
    Não é tao importante falar do futuro agora, e nem do passado, é engraçado pensar que cada letra escrita é um passado e futuro tão próximo que fica difícil até de explicar, quando eu penso na palavra que escreverei ela se torna um futuro tão próximo que o presente é quase imperceptível, pois a cada vez que termino uma palavra ela vai se tornando meu passado não tão distante! Loucuras a parte essas palavras podem ser comparadas a nossa vida, ao nosso momento atual, vivemos nossas vidas pensado que o futuro e o passado são coisas tão distantes, que na verdade não são! Isso destrói qualquer possibilidade pelo menos na minha vida, o passado sempre julgado como erro, e o futuro como o jeito de consertar tudo de errado que foi feito numa vida que não queremos perceber que ainda existe!
    A verdade é que eu não sei o que é bom pra mim agora, o passado ou o futuro? talvez os dois, talvez a bagunça entre os sentimentos dos dois, e eu que antes julgava só o futuro incerto, percebo que o passado vem sendo mais incerto ainda, não sei julgar o que é real ou não, ou nem ao menos o que a realidade significa nesses casos!
   Eu via-me correndo e salvando o mundo, pelo menos o mundo das pessoas que eu amo, percebo com todo esse momento infiel que não é isso que elas querem, elas querem o contrario, sempre o maldito contrario, se por um acaso eu estivesse parada e destruindo o mundo delas, elas iriam querer que eu fosse quem eu sou hoje. No final das contas elas não merecem qualquer tipo de dedicação, e tudo vira mero acaso, que na minha opinião é melhor estar morto, do que viver ao acaso!
    Eu costumo acreditar se temos sentimentos, consciência, e tudo o que nos torna humanos, para que iremos viver ao acaso? Como se não tivéssemos escolha ou oportunidades sobre aquilos que vivemos??
   É dessa vez eu decido seguir o caminho contrário, não acreditando em mais nada que as pessoas queiram que eu acredite, as coisas em minha vida sendo novas ou velhas não são mais tão significativas, não importa mais, nem que agora tenha se tornado tarde demais!!! Enquanto isso o futuro e o passado vão se tornando a mesma coisa quando eu não penso temporalmente!

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Quanto tempo se passou??

Lembro-me quando nos conhecemos
já faz tempo demais
pelo menos para mim,


Coisas que eu não consigo guardar
Coisas que você não consegue mostrar


Eu não sei se te amei no primeiro dia
Não sei o que fiz para te ter para mim


Quanto tempo se passou?
quantas vezes acordei ao seu lado
com medo de não viver mais


Nos dias frios você se foi
É nessa época que você 
sempre decide partir


A vezes não sei por onde começar
te procuro nos meus sonhos e depois 
me perco nos meus poucos pesadelos


Não quero que isso se vá
não quero deixar isso passar
quanto tempo ainda passará??